Mais de 90% das transações de “Money Muling” identificadas na Europa estão ligadas ao cibercrime. O dinheiro muitas vezes tem origem em atividades criminais como phishing, ataques de malware, fraude em compras ou pagamentos online, esquemas de romance, entre outros.

O que é o "Money Muling"?

O “Money Muling” é uma forma de branqueamento de capitais. Uma “Money Mule” (mula de dinheiro) é alguém que recebe dinheiro de uma pessoa ou entidade na sua conta bancária e transfere-o para outra conta ou levanta esse dinheiro e entrega-o a uma terceira pessoa ou entidade, obtendo um benefício em troca.

Mesmo que as “Money Mules” não estejam diretamente envolvidas nos crimes que geraram a obtenção do dinheiro (cibercrime, pagamentos e fraudes online, drogas, tráfico humano, etc.), elas são cúmplices, uma vez que, colaboraram na “lavagem” desses fundos. Isto é, as “Money Mules” ajudam as redes de criminosos a permanecer anónimas enquanto transferem dinheiro pelo mundo.

Se acha que está a ser usado como “mula” atue já antes que seja tarde demais: pare de transferir dinheiro e informe o seu banco ou a polícia imediatamente.

Proteja-se contra o "Money Mulling"

Como pode ser aliciado?

Conselhos para os mais jovens

Para mais informações consulte o site da Europol: www.europol.europa.eu/EMMA