Os agentes económicos são todos os indivíduos, instituições ou conjunto de instituições que, através das suas decisões e acções, tomadas racionalmente, intervêm num qualquer circuito económico. Apesar de terem funções diferenciadas no circuito económico, de produção, de consumo ou de investimento, estabelecem entre si relações económicas essenciais:

  • Estado
    Que toma decisões de consumo, de investimento e de política económica;
  • Famílias
    Que tomam decisões sobre o consumo de bens e serviços e de poupança, mediante os rendimentos auferidos;
  • Empresas
    Que tomam decisões sobre investimento, sobre produção e a oferta de trabalho.

 

Estes três agentes, em conjunto com as instituições financeiras, fazem parte de uma Economia Fechada. Contudo, e cada vez mais, deve considerar-se um quarto agente, o Exterior, com os quais os restantes agentes económicos nacionais estabelecem, num quadro de Economia Aberta, relações económicas intensas.